16/04/2015

Almôndegas de berigela e feijão frade {e as doces lembranças}

A nossa memória é incrível! E mais incrível é a capacidade de reviver determinados momentos ativada apenas por um clique. Esse clique pode ser simplesmente um aroma, uma imagem ou uma música. Por vezes penso que tenho uma memória tão fraca que gostava de escrever e apontar tudo não vá ela um dia atraiçoar-me. 

14/04/2015

Flores comestíveis


Ando há imenso tempo para escrever um post sobre este assunto. Adoro usar flores nas fotografias do blogue e para mim, um bolo decorado com flores é o mais bonito de todos. Já usei alfazema para fazer biscoitos e farófias e flores de cebolinho em saladas mas as minhas experiências nunca foram muito além disto.
O uso de flores na culinária não é recente e são muitas as que são comestíveis, mas em caso de dúvidas mais vale não usar ou confirmar primeiro!
Para uma maior segurança, devemos usar apenas flores compradas em lojas de produtos biológicos ou em alternativa, cultivar as suas próprias flores para assim garantir que não foram usados químicos no seu tratamento.
Antes de usar as flores na comida, devemos retirar os estames e verificar que não há insetos no seu interior. 
Além de conferirem um aspecto sofisticado a qualquer prato, as flores comestíveis podem ter a mesma utilização na culinária que as ervas aromáticas, ou seja, em quantidade q.b.

Chagas
As chagas são também conhecidas como capuchinhas, cinco-chagas, nastúrcio, agrião-do-méxico, flor-de-sangue ou mastruço. As folhas e flores podem usar-se em saladas ou para decorar pratos, os seus botões florais conservam-se em vinagre como os picles. Também se podem esmagar as folhas e as flores, misturando a pasta obtida à manteiga, para barrar o pão (receita típica da Turquia).

Funcho
Pode utilizar-se em decoração, saladas, sandes, risottos ou saladas de fruta.

Alfazema
As flores podem ser usadas frescas ou secas (secar à sombra, penduradas viradas para baixo).
Pode usar-se a alfazema para aromatizar açúcar (juntar flores ao açúcar e reservar pelo menos uma semana antes de usar) ou o leite para preparar bolos ou sobremesas.

Essência de Lavanda:
Junte num frasco de vidro 2 chávenas de vodka com meia chávena de flores de lavanda secas. Guarde no escuro durante três semanas e usar para aromatizar. {Porque não apontar na agenda e fazer para oferecer no próximo Natal?!}

Flores do cebolinho
Vinagre de flores de cebolinho:
Coloque as flores num frasco de vidro e tapar com vinagre. Guarde em local escuro e seco durante três semanas e use para temperar salada.
 
Pétalas de rosa
Com um sabor perfumado, são perfeitas para juntar a bebidas, sobremesas ou compotas.

Amor-perfeito
Têm um sabor adocicado, ficam bem em saladas de fruta, sobremesas e chá. Uma sugestão diferente é usar na carne grelhada ou nos legumes salteados, sopas ou guisados.

Hibiscos
Apesar da maneira mais comum de usar estas flores ser o conhecido chá [milagroso nas dietas] podem usar-se em vinagretes, sumos, batidos, chutneys e bolos.

Calêndula ou Dente de leão
As suas pétalas podem ser usadas para dar uma cor de açafrão e um leve gosto picante ao arroz, sopas, queijo-cremes, iogurte, manteiga, omeletes, pratos com leite, pães e bolos.
 
Cravos e cravinas
A cravina lembra o sabor do cravo-da-índia, só que levemente adocicada. Deve-se retirar a parte basal da flor, que é amarga. Utilizada para aromatizar açúcar, geleias, vinagre e vinho ou decorar saladas e sobremesas.
Girassol
As suas pétalas podem ser usadas para conferir cor em saladas.

Gerânio ou Sardinheira
As flores podem ser usadas para forrar o fundo da forma para um bolo ou na própria massa. Podem usar-se em saladas ou para aromatizar vinagre de vinho.

Flor de borago
É utilizada em saladas (flores e folhas jovens) pelo seu aroma fresco. Congelada em cubos de gelo, pode ser usada em bebidas, dando um ar exótico a qualquer refresco. Depois de congelada desta forma, podem colocar-se os cubos de gelo com a flor num guisado, numa sopa ou num molho, um pouco antes de o servir. O sabor mais fresco advém das suas folhas jovens. Diz-se também que um chá de folhas de borago ajuda a combater o stress.

Flores de curgete
Perfeitas para rechear, passar em polme e fritar.

12/04/2015

Ementa da semana




É incrível como um fim de semana cheio de sol pode fazer milagres. Consegui passear, cozinhar, limpar e arrumar e aqui estou eu agora a preparar a semana calmamente. 
Ontem à noite, fiz sessão de cinema caseira e vi um dos melhores filmes dos últimos tempos {claro que chorei como uma Madalena} e hoje andei na jardinagem, a arrumar os bolbos de jacintos que já floriram há imenso tempo. 
Venha a semana porque a energia por aqui está mais que renovada!


Iogurtes: Iogurte grego

Lanches para os miúdos levarem para a escola aqui.

10/04/2015

Coroa de carne, cogumelos e espinafres {Passatempo Limiano Ralado para Momentos Derretidos}

Amanhã é fim de semana, que bom! 
Apesar de achar que esta semana passou a voar, é sempre aconchegante começar o dia com esta ideia na mente!
Hoje trago uma receita inspirada numa que vi no início do ano na revista Magazine do Continente. Fiquei encantada com a receita e não fui a única porque a Clavel também já a experimentou. Fica tão bonita que resolvi adaptar a receita à minha maneira e aproveitar algumas sobras de carne que ainda andavam perdidas no frigorífico das comezainas da Páscoa. Esta semana já foi para entrar na linha e minimizar os excessos da semana passada por isso, em vez de usar massa folhada como indicavam na receita original, fiz a minha própria massa, tipo massa de pizza. O principezinho deu uma ajuda porque não resistiu quando entrou pela cozinha. Ainda mais porque havia cortadores de bolacha à vista!

09/04/2015

Estufado de carne e legumes com tampa folhada

Tão depressa temos sol e céu azul como regressam as nuvens cinzentas e carregadas... Com muita pena minha, os casacos voltaram a sair do armário e só por teimosia é que ontem não abri o guarda-chuva. Como ouvi alguém dizer, com este tempo não há monotonia. 
Por isso é que hoje me apetece uma receita assim, que enche o olho e aconchega o estômago. 

07/04/2015

Esparguete com caril e camarão salteado

Passar a Páscoa na aldeia, onde ainda se respira tradição. 
Fazer folares para oferecer aos mais queridos. 
Fazer Pão de Ló a horas [muito] tardias.
Ver filmes de super-heróis com o principezinho.
Comer cabrito e arroz de cabidela. Comer tigelada. E comer tigelada. 

in Crónicas da minha vida feliz.

04/04/2015

Folar de rosas de chila

O folar é o bolo típico da Páscoa e invoca a partilha entre os mais chegados. Nos dias de hoje, a sua presença é indispensável em todas as mesas portuguesas. Por aqui, já vai sendo tradição passar a Sexta-feira Santa de forno ligado, a preparar os folares com ovo. Mas há sempre espaço para uma receita diferente. No ano passado fiquei completamente rendida ao Folar de Olhão e este ano, depois de ir à prateleira buscar as revistas com receitas de Páscoa, fiquei com os olhos nesta delícia de chila.
Ainda tenho uns quantos frascos de doce de chila no armário e  pareceu-me muito bem usá-lo nesta receita. 
Antes da receita, é sempre bom relembrar algumas dicas importantes:

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU