29/09/2014

Azeite Casa Anadia - Vencedores

Bom dia! 
A Casa Anadia juntou-se a nós para comemorar o terceiro aniversário do blogue, oferecendo duas garrafas de um azeite especial, premiado, o Azeite Casa Anadia Junior. Entre outras características,  realço uma das que para mim é mais importante, o sabor. Este azeite tem um aroma tão suave e um nível de acidez incrivelmente baixo, que qualquer criança gosta.

O passatempo terminou e as vencedoras são:
* Inês Sofia Araújo Rocha de Ponte de Lima
* Ana Patrícia Veia de Lisboa

Parabéns!

Não se esqueça que ainda tem até amanhã para participar no Giveaway Le Creuset.

27/09/2014

Massa de pimentão {Receita II}

Cada vez mais sou a favor do simples e do genuino, na vida ou na cozinha. O tempo tem destas coisas, a capacidade de nos ensinar a ver tudo de outra forma e a teimosia característica da juventude vai dando lugar a uma clarividência que faz mudar opiniões e gostos. É tão comum ouvir dizer "dantes nem gostava disto mas agora já gosto". Acredito que tenha tudo a ver com o mesmo. Começamos a valorizar outros pormenores e consequentemente, as preferências.
Quando era adolescente e via a minha mãe sempre atarefada, sempre com coisas para fazer, sempre a preferir fazer do que comprar, questionava-me o porquê desta sua opção. Claro que só mais tarde entendi e só mais tarde comecei a fazer exatamente o mesmo. Porque descobri que a facilidade de pegar em certas coisas da prateleira do supermercado não era comparavel à satisfação de as fazer. O valor de uma simples massa de pimentão crescer exponencialmente. Porque não é apenas uma pasta de pimentão. É uma massa feita com os pimentos saborosos e os alhos da quinta da aldeia, sal marinho e um fio de azeite caseiro. Comparável à mais cara pasta de pimentos que encontre no supermercado ou em alguma loja Gourmet? Não! Garanto-lhe!
Ingredientes:
(Receita retirada daqui)

1 kg de pimentos vermelhos
100 g de alho descascado
300 g de sal
1 fio de azeite

frascos esterilizados

Lave os pimentos e retire todas as sementes e filamentos bracos do seu interior.
Coza os pimentos  vapor durante 20 minutos ou em alternativa, escalde-os em água a ferver, poucos de cada vez, durante cerca de 5 minutos.
Coloque-os num escorredor e prense-os com algo pesado para retirar toda a água, durante uns minutos.
Coloque os pimentos num robot de cozinha, junte o alho e o sal e triture tudo até obter a consistência desejada (mais ou menos grumos).
Deite esta massa em frascos esterilizados, deixando cerca de 1 cm livre no frasco. Deite um fio de azeite por cima e coloque as tampas.
Guarde no frigorífico.



26/09/2014

Asinhas de frango com arroz de feijão branco e salada de beldroegas

Cada vez que a Mãe vem, deixa-me a despensa, o frigorífico e a fruteira completamente lotados. Ando sempre dois dias a tentar acondicionar tudo para que nenhum daqueles tesouros se estrague. 
A última semana de férias do principezinho foi passada lá na aldeia, com os avós. Soube-lhe pela vida, claro, poder correr, saltar, ajudar na quinta, brincar com os animais, comer fruta acabadinha de colher da árvore e tomates cereja, chucha ou coração de boi, bem vermelhos como ele gosta e cheios de vitaminas. A escola já começou há duas semanas e este cabaz cheio de legumes e frutas veio trazer um cheirinho do campo e o gostinho bom dos sabores do campo. Conseguiu trazer-me beldroegas, que usei logo numa salada de tomate como eu gosto. Se fossem mais teria feito uma sopa...
Uma refeição simples, para colorir dias cinzentos de um Outono que já chegou.

Começando pela marinada das asinhas, que na verdade é a coisa mais importante:
Ingredientes:
1 c. sopa de sal
2 dentes de alho
1 c. chá de pimentão doce
1 c. sopa de massa de pimentão
1 c. chá de erva principe moída ou lemongrass (comprei no Lidl)
1 c. sopa de azeite

Moer tudo muito bem no almofariz e barrar as asas com esta mistura. Tape com película aderente e deixe repousar no frigorífico durante pelo menos meia hora. 

A salada de tomate e beldroegas é tão simples e tão saborosa! 

Ingredientes:
3 tomates chucha
1 raminho de beldroegas
raspas de queijo cheddar
azeite, vinagre e escamas de sal

Corte o tomate em rodelas, lave as beldroegas e separe as folhas.
Tempere tudo com sal, azeite e um pouco de vinagre.
No momento de servir, enfeite com lascas de queijo cheddar. 

Arroz de feijão branco
Ingredientes:
1 cebola
1 dente de alho
1 folha de louro
1 tomate bem maduro
1/2 pimento vermelho
2 c. sopa de azeite
1 copo de arroz carolino
2 copos de água
1 colher de chá de sal
1 copo de feijão branco cozido em casa

Faça um refogado com a cebola e o azeite. Junte o tomate e o pimento cortados aos cubos, o dente de alho e a folha de louro. Deixe refogar durante 10 minutos em lume brando até obter um molho cremoso. Tempere com uma pitada de sal.
Junte a água (pode usar água de cozer o feijão) e assim que levantar fervura, acrescente o arroz. Mexa para não colar e tape. 
Após 10 minutos junte o feijão e deixe apurar mais 5 minutos.

Asinhas de frango
Deite um fio de azeite num tabuleiro e espalhe as asinhas. 
Leve ao forno quente (220ºC) durante 30 minutos, virando-as de vez em quando. 





25/09/2014

Bolos para ocasiões especiais

O melhor da vida são os momento bons que vivemos e que guardamos carinhosamente no nosso coração. Momentos especiais devem ser celebrados de uma forma diferente e porque este é um  blogue de culinária e eu simplesmente adoro fazer bolos, lembrei-me de fazer uma "coletânea" de  bolos para ocasiões especiais.
Um bolo especial, feito com carinho e atenção tendo em conta o gosto de quem o vai receber. Por isso é que neste álbum há bolos de chocolate simples, combinados com fruta, tradicionais ou re-inventados. Todos feitos com um ingredientes muito especial e que nunca falta na minha cozinha, muito amor!
Espero que gostem!
 







 

24/09/2014

Bolo de curgete, amêndoa e cardamomo


Adoro bolos com cenoura ou curgete. Adoro bolos que ficam com esta textura suave e húmida. Este foi daqueles que passou despercebido da primeira vez que desfolhei a revista mas tenho a certeza que foi porque a folha passou em falso. Assim que dei por ela, a folha ficou dobrada à espera do momento certo. Uma tarde de sábado, em que normalmente desligo das obrigações domésticas. O que está feito, está, o que não está, fica para o dia seguinte. O sábado é o meu dia da semana preferido. E descobri há uns dias, agora que o principezinho começa a fazer composições, que este é o seu dia preferido também! Provavelmente porque sabemos que o dia seguinte ainda é dia de descanso, e podemos dar tempo e espaço às nossas vontades, sem presssa nem obrigações. Ao sábado só consigo pensar em coisas boas, posso finalmente desligar o alarme das 7.30h que nos avisa que é hora de sair e ter a manhã toda para estar à mesa se nos apetecer. Os almoços são normalmente a horas absolutamente loucas, sempre depois das duas da tarde, precisamente porque tentamos arrastar a manhã o máximo que conseguimos. 
Agora que parece que o outono veio substituir um verão manhoso, apetece ainda mais ligar o forno e estar pela cozinha. Pode parecer estranho a muita gente mas comigo é isso mesmo que acontece. 
E numa tarde de sábado, ao som de uma playlist relaxante, o bolo foi tomando forma. Ficou tão bonito que o fotografei de todos os angulos possíveis e imaginários. 

Ingredientes:
(Adaptado de Revista Jamie Oliver, Comida ao ar livre, pág, 154)
1 curgete média ralada
1 cenoura ralada
100 g de açúcar fino
100 g de manteiga sem sal
100 g de mel
3 ovos
4 vagens de cardamomo (apenas as sementes, esmagadas)
raspa e sumo de 2 limas
325 g de farinha com fermento
75 g de amêndoa ralada (com casca)
3 c. sopa de iogurte grego

Cobertura:
75 g de manteiga sem sal
100 g de queijo creme
100 g de açúcar em pó
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Depois de ralar a curgetem esprema-a e coloque-a em papel absorvente.
Raspe a casca das limas e reserve.
Misture o açúcar com a manteiga até obter um creme fofo e claro. Junte o mel e os ovos, batendo sempre. Envolva as sementes de cardamomo e o sumo de 1 lima.
Acrescente a farinha, a curgete e a cenoura e o miolo de amêndoa.
Adicione o iogurte, envolva e deite a massa numa forma de bolo inglês untada ou forrada com papel vegetal.
Leve ao forno durante 1 hora até ficar dourado.
Retire e deixe arrefecer numa rede enquanto prepara a cobertura. 

Bata o açúcar em pó com a manteiga até obter uma mistura fofa e macia. Junte o queijo-creme e o sumo da outra lima. 
Cubra o bolo, já frio e enfeite com raspa das limas (que secou ligeiramente e parece açúcar em pó).

Não se esqueça participar nos passatempos Le Creuset e Casa Anadia para comemorar os 3 anos de blogue!

Obrigada por estarem desse lado!


21/09/2014

Ementa da semana



Este fim de semana passou num ápice... Olho para trás com a sensação que não fiz metade do que pretendia {e não fiz mesmo!}. 
Deixei-me andar ao sabor das vontades e deixei que as circunstâncias decidissem o rumo de cada momento. Sem contrariar nem tentar impor o que a agenda ía lembrando, passámos momentos bem divertidos em família. E hoje, apesar de cansada, estou feliz. Muito feliz!
A Mãe esteve cá na sexta-feira e deixou-me um mega-cabaz-biológico.  Posto isto, em vez de ir ao mercado no sábado de manhã como tinha planeado, andei a fazer não sei bem o quê e o dia passou sem dar por ela... A verdade é que há dias que o tempo que perco a desfolhar livros, revistas, rascunhos e apontamentos para decidir o que cozinhar durante a semana, para o blogue e workshops é muito. É um vício... Sinto-me na pele do meu filho quando lhe peço para desligar a televisão... "É só mais este desenho animado mamã!", e eu "é só mais este livro..."
Tinha prometido a mim mesma acordar tarde todos os dias mas o hábito faz o monge e o despertar foi quase há mesma hora, muito longe do que eu imagino no momento em que me deito. Por outro lado, assim tenho tempo para responder a alguns mails pendentes e enviar outros tantos enquanto toca uma música  e deixa o corpo ir acordando lentamente.
Da cozinha sairam picles de couve flor e cenoura, massa de pimentão, bolo de chocolate na MFP, pasteis de bacalhau com natas e pão de centeio e chouriço. 

Quero continuar a fazer o que fiz na semana passada e "obrigar" a família a tomar o pequeno almoço à mesa antes de sair de casa. 
O esforço maior é meu {que acordo às 6.15h} mas deixo as lancheiras prontas e organizadas no frigorífico, a mesa posta e tudo o que é possível adiantado. Se há sumo, as laranjas já ficam em cima da tábua, ao lado da máquina. Se há ovos mexidos, já ficam ao lado da taça, do sal e a frigideira em cima do fogão com uma colher de pau dentro. Todos os movimentos feitos a menos de manhã contam e garanto-vos que é possível sentar a família 20 minutos antes de sair!!
 
Para esta semana a ementa é:
Quarta-feira: Tarteletes de bacon e espinafres com salada

 
Para os pequenos almoços e lanches: Panquecas integrais e Pão integral feito em casa

Boa semana!

Novidades boas para o Workshop de Bacalhau

Já vos contei tudo sobre o próximo workshop que se realizará já no próximo sábado, dia 27 de Setembro, pelas 16.30h, mas hoje trago mais uma novidade boa. 
Qual é a melhor companhia para um bom prato de bacalhau? Isso mesmo, vinho!! Assim sendo, a Magnum Vinhos junta-se a nós para tornar este workshop ainda mais especial. 
Os vinhos para acompanhar a refeição {composta pelos pratos confecionados no workshop} serão oferecidos pela Magnum Vinhos e no final do workshop, serão ainda sorteadas duas garrafas entre os participantes, uma garrafa de branco e uma de tinto Ribeiro Santo

Chega de motivos bons para não faltar?

Então inscreva-se aqui e não se esqueça que as crianças não pagam!

Conto convosco no sábado!


p.s. Para os distraídos, há dois Giveaways fantásticos no blogue, um oferecer uma Caçarola Creuset e o outro, duas garrafas de azeite Casa Anadia. Participem!
Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...